sábado, 24 de outubro de 2020

PÉRICLES EUGÊNIO DA SILVA RAMOS

Péricles Eugênio da Silva Ramos nasceu em Lorena (SP) no dia 24 de outubro de 1919 e faleceu em São Paulo no dia 14 de maio de 1992 aos 73 anos e hoje comemoramos 101 anos do seu nascimento. Formou-se na Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo na turma de 1944 onde foi colega de classe de outro lorenense - Moary de Paula Ferraz. Publicou em 1946 seu primeiro livro de poesias, Lamentação Floral, pela editora Assunção. A esta, seguiram-se outras obras poéticas originais. Em 1948, já envolvido com o movimento modernista - naquele momento nomeado neomodernista - co-assinou um manifesto dos poetas da nova geração. Ao longo da vida, contribuiu, ora com poemas, ora com ensaios, com diversas publicações periódicas, dentre as quais a Folha da Manhã, o Correio Paulistano e a Revista Brasileira de Poesia, fundada pelo próprio em 1947.Péricles Eugênio da Silva Ramos dedicou-se também à tradução, em especial à tradução poética, tendo vertido para o português obras de William Shakespeare, Stéphane Mallarmé, Virgílio e Góngora, entre outros. Além disso, também foi editor de antologias de literatura brasileira. Várias obras de autores brasileiros, em especial do simbolismo e parnasianismo, foram revisitadas e antologizadas por Silva Ramos, tais como Francisca Júlia e Álvares de Azevedo. A partir de 1966, Silva Ramos lecionou literatura e redação junto à Faculdade de Comunicação Social Cásper. Em 1970, passou a exercer o cargo de diretor técnico do Conselho Estadual de Cultura, quando foi um dos criadores do Museu de Arte Sacra de São Paulo, do Museu da Imagem e do Som e do Museu da Casa Brasileira. Péricles Eugênio da Silva Ramos ocupou a cadeira de número 25 da Academia de Letras de São Paulo.

BIBLIOGRAFIA:
-Lamentação Floral, 1946
-Sol Sem tempo, 1953
-Lua de Ontem, 1960
-Futuro, 1968
-Poesia Quase Completa, 1972
-A Noite da Memória, 1988

TRADUÇÕES:
- Poemas de Góngora
- Poemas de Fagundes VarelA
- Poesia Grega Latina
- Poesia Moderna Antologia
- Poesia Barroca
- Poesia Simbolista - Antologia


PÉRICLES EUGÊNIO DA SILVA RAMOS 
CENTENÁRIO DE NASCIMENTO

ANTONIE VAN LEEUWENHOEK

Antonie van Leeuwenhoek nasceu em Delft (Alemanha) no dia 24 de Outubro de 1632 e morreu em Delft no dia 26 de Agosto de 1723 aos 91 anos e hoje comemoramos 396 anos do seu nascimento. Grande comerciante de tecidos, cientista e construtor de microscópios neerlandês. Antonie van Leeuwenhoek é conhecido pelas suas contribuições para o melhoramento do microscópio, além de ter contribuído com as suas observações para a biologia celular (descreveu a estrutura celular dos vegetais, chamando as células de "glóbulos"). Utilizando um microscópio feito por ele (possuía a maior coleção de lentes do mundo, cerca de 250 microscópios), foi o primeiro a observar e descrever fibras musculares, bactérias, protozoários e o fluxo de sangue nos capilares sanguíneos de peixes. O microscópio utilizado por Leeuwenhoek para as suas descobertas era constituído por uma lente biconvexa que tinha a capacidade de aumentar a imagem cerca de 200 vezes. A ele é atribuída a descoberta dos microorganismos.



ANTONIE VAN LEEUWENHOEK

ANTONIE VAN LEEUWENHOEK


Selos de verão de 1937
Homenageados;
1. Jacob Maris, 1837 - 1899, pintor;
2. F. de Sylvius la Boe, 1614 - 1672, médico;
3. J. van den Vondel, 1587 - 1679,
escritor e dramaturgo;
4. A. van Leeuwenhoek, 1632 - 1723,
cientista.


Selos de verão de 1939
Homenageados:
1. Matthijs Maris, 1839 - 1917, pintor;
2. Anton Mauve, 1838 - 1888, pintor;
3. Gerard van Swieten, 1700 - 1772,
governador, médico;
4. Nicolaas Beets, 1814 - 1903,
teólogo e literário;
5. Peter Stuyvesant, 1610 - 1672,
governador.
SELOS DA MESMA SÉRIE -internet

TYCHO BRAHE

Tycho Brahe, nome completo Tyge Ottesen Brahe, nasceu em Skåne, Dinamarca no dia 14 de dezembro de 1546 e morreu em Praga, Hungria no dia 24 de outubro de 1601 aos 54 anos e hoje comemoramos 474 anos do seu nascimento. Importante astrônomo dinamarquês. Teve um observatório chamado Uranienborg na ilha de Ven, no Öresund, entre a Dinamarca e a Suécia. Estudou detalhadamente as fases da lua e compilou muitos dados que serviriam mais tarde a Johannes Kepler (1571-1630) para descobrir uma harmonia celestial existente no movimento dos planetas, padrão esse conhecido como leis de Kepler. Após a sua morte, os seus registos dos movimentos de Marte permitiram a Johannes Kepler descobrir as leis dos movimentos dos planetas, que deram suporte à teoria heliocêntrica de Copérnico. Tycho não defendia o sistema de Copérnico mas propôs um sistema em que os planetas giram à volta do Sol e este orbitava em torno da Terra.


TYCHO BRAHE


TYCHO BRAHE


   
TYCHO BRAHE


JOHANNES KEPLER

================================================================================================
PENSAMENTO:
Planos para o fim de semana:
Jogar fora alguns pensamentos indesejados,
Tirar o pó de uns sonhos,
lavar alguns desejos que estão enferrujando...
E colocar a coleção de selos em dia!

========================================================================
MEMORÁBILIA FILATÉLICO/NUMISMÁTICO
========================================================================


sexta-feira, 23 de outubro de 2020

EURYCLIDES DE JESUS ZERBINI

Euryclídes de Jesus Zerbini nasceu em Guaratinguetá (SP) no dia 10 de maio de 1912 e morreu em São Paulo (SP) no dia 23 de outubro de 1993 aos 81 anos e hoje registramos 23 anos da sua morte. Importante médico cardiologista brasileiro. Foi o quinto médico do mundo a realizar o transplante de coração e o primeiro da América do Sul.




SUPERIOR: EURYCLIDES DE JESUS ZERBINI (médico)
INFERIOR E/D: FRANCISCO DE ASSIS BARBOSA - escritor (1914-1991) e CARLOS DA SILVA LACAZ - microbiologista (1915-2002 ) - todos guaratinguetaenses.

CAPISTRANO DE ABREU

João Capistrano Honório de Abreu nasceu em Maranguape (Ceará), 23 de outubro de 1853 e morreu no Rio de Janeiro no dia 13 de agosto de 1927 aos 73 anos e hoje comemoramos 167 anos do seu nascimento. Importante historiador brasileiro. Um dos primeiros grandes historiadores do Brasil, produziu ainda nos campos da etnografia e da linguística. A sua obra é caracterizada por uma rigorosa investigação das fontes e por uma visão crítica dos fatos históricos e suas pesquisas fazem contraponto à de Francisco Adolfo de Varnhagen (1816-1878). É patrono da cadeira 15 da Academia Cearense de Letras (1894) e da cadeira 23 da Academia Brasileira de Literatura de Cordel (1989).Observação: a Igreja Católica Apostólica Romana celebra hoje o Dia de São Capistrano.
OBSERVAÇÃO: Muitas famílias antigas davam o nome do santo do dia para os filhos nascidos naquela data. A minha avó materna chamava-se Maria da Conceição pois nasceu no dia 8 de dezembro dia de Nossa Senhora da Imaculada Conceição.

CAPISTRANO DE ABREU


CAPISTRANO DE ABREU



FRANCISCO ADOLFO DE VARNHAGEN

PIERRE ATHANASE LAROUSSE

Pierre Athanase Larousse nasceu em Toucy no dia 23 de Outubro de 1817 e morreu em Paris no dia 3 de Janeiro de 1875 aos 57 anos e hoje comemoramos 203 anos do seu nascimento. Grande pedagogo, editor e importante enciclopedista francês. Sua sepultura se encontra no cemitério de Montparnasse.


PIERRE ATHANASE LAROUSSE

PIERRE ATHANASE LAROUSSE

======================================================================
MEMORÁBILIA FILATÉLICO/NUMISMÁTICO
================================================================================================

quinta-feira, 22 de outubro de 2020

OSWALD ANDRADE

José Oswald de Sousa Andrade nasceu em São Paulo no dia 11 de janeiro de 1890 e morreu em São Paulo no dia 22 de outubro de 1954 aos 64 anos e hoje registramos 66 anos da sua morte. Importante escritor, ensaísta e dramaturgo brasileiro. Era filho único de José Oswald Nogueira de Andrade e de Inês Henriqueta Inglês de Sousa Andrade (irmã do escritor Inglês de Sousa [1853-1918]). Foi um dos promotores da Semana de Arte Moderna que ocorreu 1922 em São Paulo, tornando-se um dos grandes nomes do modernismo literário brasileiro. Formou-se em Direito no Largo São Francisco em 1919. Foi casado com Tarsila do Amaral. Ficou conhecido pelo seu temperamento "irreverente e combativo", sendo o mais inovador entre estes. Colaborou na revista Contemporânea (1915-1926).

OSWALD ANDRADE

TARSILA DO AMARAL

SEMANA DE ARTE MODERNA - 1922
================================================================================================