segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

CORRIDA INTERNACIONAL DE SÃO SILVESTRE

A Corrida Internacional de São Silvestre é a mais famosa corrida de rua no Brasil, realizada anualmente na cidade de São Paulo, no dia 31 de dezembro, dia de São Silvestre (data de morte do Papa da Igreja Católica, canonizado também neste dia, anos depois, no quarto século da Era Cristã) e de onde vem o seu nome.
O jornalista Cásper Líbero, um milionário que fez fortuna no início do século XX no setor de imprensa, é o idealizador e fundador do evento. Sua ideia original era utilizar a corrida como meio de promoção de seu jornal. A primeira edição da corrida foi realizada em 31 de dezembro de 1925. Dado importante é o fato de que, ao contrário de outros eventos desportivos tão ou mais antigos, a Corrida de São Silvestre nunca deixou de realizar-se, nem mesmo durante a Segunda Guerra Mundial.

50ª CORRIDA "SÃO SILVESTRE"
SÃO PAULO

domingo, 30 de dezembro de 2012

LUÍS DA CÂMARA CASCUDO

Luís da Câmara Cascudo  nasceu em Natal(RN) no dia 30 de dezembro de 1898  e morreu em  Natal(RN) no dia 30 de julho de 1986. foi um historiador, antropólogo, advogado e jornalista brasileiro.
Passou toda a sua vida em Natal e dedicou-se ao estudo da cultura brasileira. Foi professor da Faculdade de Direito de Natal, hoje Curso de Direito da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). O Instituto de Antropologia desta universidade tem seu nome. Pesquisador das manifestações culturais brasileiras, deixou uma extensa obra, inclusive o Dicionário do Folclore Brasileiro (1952). Entre seus muitos títulos destacam-se: Alma patrícia (1921), obra de estreia, Contos tradicionais do Brasil (1946). Estudioso do período das invasões holandesas, publicou Geografia do Brasil holandês (1956). Suas memórias, O tempo e eu (1971) foram editadas postumamente. Quase chegou a ser demitido por estudar figuras folclóricas como o lobisomem.


HOMENAGEM A CÂMARA CASCUDO
FRENTE E VERSO CÉDULA DE 50  MIL CRUZEIROS
CARIMBADA COM 50 CRUZEIROS REAIS


HOMENAGEM AO CENTENÁRIO DO NASCIMENTO
LUÍS DA CÂMARA CASCUDO



sábado, 29 de dezembro de 2012

DIA NACIONAL DO NEPAL

O Nepal é um país asiático dos Himalaias, limitado a norte pela China (Tibete) e a leste, sul e oeste pela Índia, e é um país sem costa marítima. A sua capital é Catmandu. No país se situa o Monte Everest, o pico mais alto da terra com 8 848 m, na fronteira norte com a China (Tibete).
As principais cidades desta nação são, além da capital, a cidade-lago de Pokhara e Lumbini, onde nasceu Sidarta Gautama, o Buda. Têm grande importância para o turismo, sendo reconhecidas pela UNESCO devido ao valor histórico e por lá se encontrar um grande acervo monumental.
Tem uma das maiores densidades demográficas do continente, com 184 habitantes por quilômetro quadrado. A população nepalesa é composta de 12 etnias, que convivem harmoniosamente.

NEPAL


ESQUERDA BANDEIRA DO NEPAL - DIREITA BANDEIRA DO JAPÃO

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

VISCONDE E BARÃO DE MAUÁ

Irineu Evangelista de Souza o Visconde de Mauá, ou Barão de Mauá, nasceu em no município de Arroio Grande, então distrito de Jaguarão, estado do Rio Grande do Sul, no dia 28 de dezembro de 1813 e faleceu em Petrópolis-RJ, no dia 21 de outubro de 1889. Industrial, banqueiro, político e diplomata, é um símbolo dos capitalistas empreendedores brasileiros do século XIX. Inicia seus negócios em 1846 com uma pequena fábrica de navios em Niterói (RJ). Em um ano, já tem a maior indústria do país: emprega mais de mil operários e produz navios, caldeiras para máquinas a vapor, engenhos de açúcar, guindastes, prensas, armas e tubos para encanamentos de água. É pioneiro no campo dos serviços públicos: organiza companhias de navegação a vapor no Rio Grande do Sul e no Amazonas; em 1852 implanta a primeira ferrovia brasileira, entre Petrópolis e Rio de Janeiro, e uma companhia de gás para a iluminação pública do Rio de Janeiro, em 1854. Dois anos depois inaugura o trecho inicial da União e Indústria, primeira rodovia pavimentada do país, entre Petrópolis e Juiz de Fora. Em sociedade com capitalistas ingleses e cafeicultores paulistas, participa da construção da Recife and São Francisco Railway Company; da ferrovia dom Pedro II (atual Central do Brasil) e da São Paulo Railway (hoje Santos-Jundiaí). Inicia a construção do canal do mangue no Rio de Janeiro e é responsável pela instalação dos primeiros cabos telegráficos submarinos, ligando o Brasil à Europa. No final da década de 1850, o visconde funda o Banco Mauá, MacGregor & Cia., com filiais em várias capitais brasileiras e em Londres, Nova York, Buenos Aires e Montevidéu. Liberal, abolicionista e contrário à Guerra do Paraguai, torna-se persona non grata no Império. Suas fábricas passam a ser alvo de sabotagens criminosas (leia-se os ingleses que não suportavam ver que estavam perdendo espaço) e seus negócios são abalados pela legislação que sobretaxava as importações. Em 1875 o Banco Mauá vai à falência. O visconde vende a maioria de suas empresas a capitalistas estrangeiros.

VISCONDE E BARÃO DE MAUÁ

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

LOUIS PASTEUR

Louis Pasteur nasceu em Dole(França) no dia 27 de dezembro de 1822 e morreu Marnes-la-Coquette(França) no dia 28 de setembro de 1895. Grande  cientista francês. Suas descobertas tiveram enorme importância na história da química e da medicina. É lembrado por suas notáveis descobertas das causas e prevenções de doenças. Entre seus feitos mais notáveis pode-se citar a redução da mortalidade por febre puerperal, e a criação da primeira vacina contra a raiva. Seus experimentos deram fundamento para a teoria microbiológica da doença. Foi mais conhecido do público em geral por inventar um método para impedir que leite e vinho causem doenças, um processo que veio a ser chamado pasteurização. Ele é considerado um dos três principais fundadores da microbiologia, juntamente com Ferdinand Cohn e Robert Koch. Pasteur também fez muitas descobertas no campo da química, principalmente a base molecular para a assimetria de certos cristais. Seu corpo está enterrado sob o Instituto Pasteur em Paris, em um mausoléu decorado por mosaicos em estilo bizantino que lembram suas realizações.

CENTENÁRIO DA MORTE DE LUIS PASTEUR

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

MARIE CURIE

Marie Curie anunciava no dia 26 de dezembro de 1898 a descoberta da pechblenda à Academia de Ciências de Paris. Foi numa amostra de pechblenda que Marie Curie e Pierre Curie conseguiram isolar 2 elementos muito mais radioativos do urânio, que foram o polônio (Bem mais radioativo que o urânio), e o rádio (Cerca de um milhão de vezes mais radioativo que o urânio). Marie Curie, nome assumido após o casamento por Maria Skłodowska, nasceu em Varsóvia, Polônia no dia 7 de Novembro de 1867 e morreu em Passy, Sallanches, França no dia  4 de Julho de 1934.  Cientista polonesa que exerceu a sua atividade profissional na França. Foi a primeira pessoa a ser laureada duas vezes com um Prémio Nobel, de Física, em 1903 (dividido com seu marido, Pierre Curie, e Becquerel) pelas suas descobertas no campo da radioatividade (que naquela altura era ainda um fenômeno pouco conhecido) e com o Nobel de Química de 1911 pela descoberta dos elementos químicos Rádio e Polônio este em homenagem ao seu país de origem.

MARIA SKLODOWSKA CURIE


segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

EMANUEL LASKER - GRANDE MESTRE

Emanuel Lasker nasceu em 24/12/1868, numa pequena cidade em Brandenberg .  Seu avô, foi o rabino de Lessen, respeitado pela comunidade judaica alemã, seu pai Adolf, foi o cantor das sinagogas de Berlinchen, sua mãe também de tradicional família judaica de cantores.
Seu irmão, Bertold, 8 anos mais velho, ensinou-lhe a jogar xadrez. Bertold Lasker foi um notável médico de renome em toda Europa.
Foi prodígio na matemática, biologia e filosofia, na escola em Berlim. Ao visitar o famoso Café Kaiser Hoff, tornou-se seu melhor jogador. Convidado para Breslau, num forte torneio mostrou seu genial talento, vencendo seus rivais.
Sua fama espalhou-se pela Europa. Convidado para Londres venceu o extraordinário campeão Inglês J.H. Blackburne, em 10 partidas venceu 6 e empatou 4. Em 1893 ( tinha 25 anos) , foi aos EUA, no torneio de Nova York, venceu todas 13 partidas! Vence o campeão americano Jackson Showalter por ( + 6=1-2)
O CAMPEONATO MUNDIAL
A Qualidade do seu jogo tornou o mesmo, ao lado de Siegbert Tarrasch os próximos adversários do campeão Wilhelm Steinitz.
Steinitz primeiro campeão mundial estava já velho e doente e era considerado invencível.
O MATCH PELO TITULO
Após longas negociações, finalmente em 15 de março de 1894 tinha 26 anos, travou-se o sensacional e histórico match, nas cidades de Nova York, Filadelphia e Montreal; Lasker venceu 10 partidas, perdeu cinco, empatou quatro. Tornando-se o novo campeão mundial.
Em 1985, apanha a febre tifóide e escapa milagrosamente.
Na revanche em Moscou venceu novamente Steinitz por 10 vitórias, 2 derrotas e cinco empates no ano de 1896, logo após ter estado às últimas.
A CONQUISTA DO DOUTORADO
De 1897 à 1899, deixou o xadrez de lado e passou a exercer sua grande paixão pela matemática e física, escrevendo trabalhos extraordinários em ambas ciências.
Entrou, na Universidade de Heidelberg, transferindo-se após para a de Erlangen, onde recebeu o PHD em matemática. Sua dissertação foi sobre "calculo geométrico e número ideiais usados na álgebra". Na sua defesa de tese, expõe seu célebre teorema sobre a "Teoria de Espaços Vetoriais".
Em 1899, vence o Torneio de Londres, 4 pontos acima do segundo colocado vencendo 18 empatando 7 e perdendo 1, para H. Blackburne.
Em 1900, vence o Torneio de Paris com 14 vitórias, 1 empate e 1 derrota para Frank Marshall.
OS MATCHES DESAFIOS E SEU CASAMENTO
Em 1907 derrota, Frank Marshall campeão americano, no match desafio. Em 1908 à Siegbert Tarrasch, em 1909 a David Janowski.
Em 1908 , casa-se com Martha Kohn neta do grande compositor judeu alemão Giacomo Meyerbeer. Martha era mais velha do que Lasker, e viúva e avó. Lasker afirmou após o casamento. "Acabo de me transformar, de repente em marido pai e avô". Martha faleceu dois anos depois.
Em 1909 vence o Torneio de São Petersburgo empatando com Akiba Rubinstein.
Em 1910 empata o match com Carl Schlechter e mantém o titulo. Todos os acima citados eram de origem judaica com exceção de Frank Marshall. Ainda em 1910, vence um match contra Davi Janowski.
Em 1914 vence o Torneio de São Petersburgo, 1/2 ponto acima de Capablanca ( ver partida no final da biografia). O Czar Nicolau II deu o titulo de GRANDE MESTRE aos 5 primeiros colocados: Lasker, Capablanca, Alekhine, Tarrasch e Marshall.
Lasker tinha defendido o titulo por 3 vezes em 13 meses.
A 1a Grande Guerra, apagou o xadrez da cena mundial.
A PERDA DO TITULO
Passaram-se 7 anos após seu último desafio!
Em 1921 perde o titulo para o genial cubano José Raul Capablanca. A Juventude desta vez era a de Capablanca(32), Lasker (52) pagou caro em jogar em Havana num clima para ele hostil. Lasker tinha sido campeão por 27 anos e 337 dias!
A VELHICE GLORIOSA
Em 1924, Lasker volta a ser 1º no Torneio de Nova York com 16 pontos. Capablanca fica em segundo (36) com 14,5 e terceiro Alekhine (32) 12 pontos.
Em 1925, em Moscou temos novamente Lasker, com um brilho extraordinário, está beirando os 60, mas chega em 2º acima de Capablanca. Foi o último torneio em que alcançou o 1o lugar.
De 1895 a 1924 Lasker tinha jogado 10 torneios. Foi 1º em 8, 2º em 1 e 3º em 1.
Sua luta em conseguir fundos para o match revanche com Capablanca foram inúteis.
A FUGA DA BESTA NAZISTA - A VELHICE MISERÁVEL - A MORTE DO GÊNIO
Em 1933 Lasker grande lutador anti-nazista deixa a Alemanha como milhares de judeus, para escapar do Holocausto, refugia-se nos EUA, depois de passar pela Inglaterra. Hitler tinha assumido o poder e implantado o terceiro Reich e iniciava a Segunda Guerra Mundial, após formar o eixo Berlim-Roma-Tóquio.
Nos EUA, velho e alquebrado, sustenta sua extraordinária esposa, tinha-se casado de novo no meio de extremas dificuldades, jogando partidas por 50 centavos, ele que tinha sido campeão mundial!
Morre na completa miséria em Nova York em 13 de maio. Sua irmã foi morta no mesmo mês na Alemanha numa câmara de gás nazista. Seus bens tinham sido confiscados em 1934, na Alemanha, e seus livros queimados na famigerada "Noite de Cristal" pelos nazistas.

EMANUEL LASKER


EMANUEL LASKER

EMANUEL LASKER
E
CAPABLANGA


EMANUEL LASKER
E
CAPABLANGA

domingo, 23 de dezembro de 2012

SANTO ANTONIO DE SANT' ANA GALVÃO

Santo Antônio de Sant'Ana Galvão,  mais conhecido como Frei Galvão nasceu em Guaratinguetá(SP) no dia 10 de maio de 1739 e morreu em  São Paulo no dia  23 de dezembro de 1822. Uma das figuras religiosas mais conhecidas do Brasil, famoso por seus poderes de cura, Frei Galvão foi canonizado pelo Papa Bento XVI em 11 de maio de 2007, tornando-se o primeiro santo nascido no Brasil. No geral, é o segundo santo católico brasileiro, já que a ítalo-brasileira Santa Paulina havia sido canonizada por João Paulo II em 2002.
Em julho de 2012, foi eleito um dos "100 maiores brasileiros de todos os tempos" em concurso realizado pelo SBT com a BBC de Londres.

SANTO ANTONIO DE SANT' ANA GALVÃO

GREGÓRIO DE MATOS

Gregório de Matos Guerra nasceu em Salvador(BA)  no dia 23 de dezembro de 1636 e morreu em  Recife no dia 26 de novembro de 1695). Recebeu a alcunha de Boca do Inferno ou Boca de Brasa pelas críticas a sociedade de Salvador(BA) e a igreja.  Foi advogado e poeta do Brasil colônia. É considerado o maior poeta barroco do Brasil e o mais importante poeta satírico da literatura em língua portuguesa, no período colonial.

350 ANOS DO NASCIMENTO
GREGÓRIO DE MATOS

sábado, 22 de dezembro de 2012

DIA NACIONAL DAS ILHAS MARSHALL

As Ilhas Marshall, ou raramente Ilhas Marechal, são um país da Micronésia, cujos vizinhos mais próximos são Kiribati, a sul, os Estados Federados da Micronésia, a oeste, e a Ilha Wake, pertencente aos Estados Unidos, a norte. Embora tenha a constituição de uma república, este território é um "Estado Livremente Associado" aos Estados Unidos.

MOEDA DAS ILHAS MARSHALL

SELO DAS ILHAS MARSHALL

SELO DAS ILHAS MARSHALL


SELO DAS ILHAS MARSHALL

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

RECAL DE MOEDAS?

O Banco Central anunciou ontem (quinta-feira - 20/12/2012) o recolhimento de um lote de moedas de R$ 0,50 que foram fabricadas com defeito, e exibem o valor de R$ 0,05 na face. O problema foi constatado no Rio de Janeiro, e pode ter afetado um lote de 40 mil unidades de moeda. Esse número equivale a duas horas de produção em um equipamento da Casa da Moeda.
O Banco Central afirmou que as moedas com defeito não têm valor de circulação, e podem ser trocadas prontamente em qualquer agência bancária pelo valor individual de R$ 0,50. Os bancos devolverão as moedas defeituosas ao BC para substituição.
Na moeda com defeito, o reverso apresenta, no lugar de seu desenho característico, o desenho contido no reverso da moeda de R$ 0,05: linhas diagonais de fundo sobrepostas pelo número 5, correspondente ao valor facial, seguido das legendas “centavos” e “2012”.
A Casa da Moeda do Brasil informou que uma moeda de R$ 0,50 foi recebida como troco na cidade do Rio de Janeiro com o reverso estampado com a denominação de R$ 0,05. Exame pericial concluiu tratar-se de defeito de fabricação.

RECAL DE MOEDAS


quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

LÉOPOLD SÉDAR SENGHOR

Léopold Sédar Senghor nasceu em 1906 na cidade costeira de Joal-Senegal e faleceu em Verson, Normandia, França aos 95 anos. Seu pai, Basile Diogoye Senghor, era um comerciante católico da etnia serer, minoritária no Senegal. Sua mãe, Gnilane Ndiémé Bakhou, era muçulmana de etnia peul. O sobrenome de seu pai, Senghor deriva da palavra portuguesa "senhor". Em 1928 foi estudar em Paris, onde entrou para a Sorbonne, lá permanecendo entre 1935 e 1939, tornando-se o primeiro africano a completar uma licenciatura nesta universidade parisiense. Entre 1948 e 1958 foi deputado senegalês na Assembleia Nacional Francesa, sendo o primeiro negro a ocupar o cargo de deputado nessa Assembleia. Quando o Senegal foi proclamado independente, em 1960 - por conta de um apelo feito por Léopold ao então presidente da França Charles de Gaulle - Senghor foi eleito por uma unanimidade presidente da nova República, vindo a desempenhar o cargo ate final de 1980, graças a reeleições sucessivas.  Depois de ser nomeado Príncipe dos Poetas em 1978 , ele foi eleito para a Academia Francesa em 2 junho 1983 , a cadeira , onde sucedeu o duque de Lévis-Mirepoix. Ele é o primeiro Africano a servir na Academia Francesa. A cerimônia pela qual Senghor entra no círculo de imortais foi realizada em 29 de Março de 1984, na presença de François Mitterrand .
Visitou o Brasil em 19 de setembro de 1964.



VISITA DO PRESIDENTE DO SENEGAL
AO BRASIL
LÉOPOLD SÉDAR SENGHOR


LÉOPOLD SÉDAR SENGHOR
HOMENGEM DA REPÚBLICA FRANCESA


LÉOPOLD SÉDAR SENGHOR
HOMENGEM DO PRINCIPADO DE MÔNACO

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

RUBEM BRAGA

Nascido em Cachoeiro do Itapemirim/ES, em 12 de janeiro de 1913 e faleceu na cidade do Rio de Janeiro/RJ, em 19 de dezembro de 1990.  Foi cronista, repórter, editorialista, poeta, tradutor e crítico de artes plásticas. Fez seus primeiros estudos na cidade natal, onde escreve para o jornalzinho “O Itapemirim”.
Inicia-se no jornalismo profissional ainda estudante, fazendo reportagens e assinando crônicas diárias no jornal “Diário da Tarde”. Forma-se bacharel pela Faculdade de Direito de Belo Horizonte em 1932, mas não exerce a profissão. Neste mesmo ano, cobre a Revolução Constitucionalista deflagrada em São Paulo, na qual chega a ser preso. Transferindo-se para Recife/PE, dirige a página de crônicas policiais no “Diário de Pernambuco”. Nesta cidade funda o periódico “Folha do Povo”. Em 1936 lança seu primeiro livro de crônicas “O Conde e o Passarinho” e funda em São Paulo a revista “Problemas”, além de outras.
Rubem Braga faz diversas viagens ao exterior, onde desempenha função diplomática e atua como correspon­dente em jornais brasileiros. Após seu regresso, exerce o jornalismo em várias cidades do País, fixando domicílio no Rio de Janeiro, onde escreve crônicas e críticas literárias para o “Jornal Hoje”, da Rede Globo de Televisão. Sua vida como jornalista registra a colaboração em inúmeros perió­dicos além da participação em várias antologias, entre elas a “Antologia dos Poetas Contemporâneos”.
Desde que surge para a literatura, na década de 30, o “Sabiá da Crônica”, como o chamava Stanislaw Ponte Preta, encanta o leitor brasileiro. Retratando com limpidez o complexo cotidiano do País, Rubem Braga dá à crônica brasileira uma nova dimensão que somente os grandes escritores sabem dar: a universalidade.

RUBEM BRAGA

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

LIONS CLUBE DE LORENA

LIONS CLUBE DE LORENA
Parabenizamos os companheiros do Lions Clube de Lorena pelo transcurso hoje, dos 47 anos da nossa Carta Constitutiva - Inscrição Lions Internacional Nº 17213.

HOMENAGEM AO LIONS CLUBE INTERNACIONAL


HOMENAGEM AO LIONS CLUBE INTERNACIONAL


HOMENAGEM AO LIONS CLUBE INTERNACIONAL



segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

APARECIDA - EMANCIPAÇÃO

Aparecida, emancipada em 17 de dezembro de 1928 - chamada não oficialmente de Aparecida do Norte, é um dos 29 municípios paulistas considerados "estâncias turísticas" pelo Estado de São Paulo, por cumprirem determinados pré-requisitos definidos por Lei Estadual. Tal status garante, a esses municípios, uma verba maior por parte do Estado para a promoção do turismo regional. Também, o município adquire o direito de agregar junto a seu nome o título de "Estância Turística", termo pelo qual passou a ser designado tanto pelo expediente municipal oficial quanto pelas referências estaduais.


NOSSA SENHORA APARECIDA
PADROEIRA DO BRASIL

NOSSA SENHORA APARECIDA
PADROEIRA DO BRASIL
250 ANOS ENCONTRO DA IMAGEM


VISITA DO PAPA JOÃO PAULO II
APARECIDA


ÉRICO VERÍSSIMO

Érico Lopes Veríssimo  nasceu em Cruz Alta(RS) no dia  17 de dezembro de 1905 e morreu em  Porto Alegre no dia 28 de novembro de 1975. Foi um dos escritores brasileiros mais populares do século XX. Filho de Sebastião Veríssimo da Fonseca e de Abegahy Lopes, família rica e tradicional, que perdeu tudo no começo do século. Estudou no Colégio Venâncio Alves, em Cruz Alta. Com 13 anos já lia autores nacionais como Aluízio Azevedo, Joaquim Manuel de Macedo, Coelho Neto e autores estrangeiros como Dostoievski e Walter Scott. Em 1920 foi para Porto Alegre, estudou no Colégio Cruzeiro do Sul, mas não completou o curso. Voltou para Cruz Alta. Abandonou os planos de cursar uma Universidade. Autor de Olhai os Lírios do Campo, Incidente em Antares entre outras obras.

HOMENAGEM DIA DO LIVRO
ÉRICO VERÍSSIMO


HOMENAGEM CENTENÁRIO
ÉRICO VERÍSSIMO

BUTÃO - DIA NACIONAL

Butão é um pequeno e fechado reino no Himalaia, encravado entre a China, a norte e oeste, e a Índia, a leste e sul. A sua capital é Thimphu.
População estimada em

738.267 (2011). A Moedas é a Rupia indiana, Ngultrum. A Língua oficial é a butanesa; Governo: Parlamentarismo, Estado unitário, Monarquia constitucional. Rei: Jigme Khesar Namgyal Wangchuck.

CÉDULA DO BUTÃO


SELO DO BUTÃO


domingo, 16 de dezembro de 2012

OLAVO BILAC - DIA DO RESERVISTA

Olavo Brás Martins dos Guimarães Bilac nasceu  no Rio de Janeirono dia 16 de dezembro de 1865  e morreu no Rio de Janeiro no dia 28 de dezembro de 1918.  Filho de Brás Martins dos Guimarães Bilac e de sua mulher Delfina Belmira Gomes de Paula e neto paterno de João Martins dos Guimarães Bilac e de sua mulher Angélica Pereira da Fonseca, irmã do 1.º Visconde de Maricá e 1.º Marquês de Maricá, era considerado um aluno aplicado, conseguindo, aos 15 anos - antes, portanto, de completar a idade exigida - autorização especial de ingressar no curso de Medicina na Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, a gosto do pai e a contra gosto próprio, que era médico da então Guerra do Paraguai.  Jornalista e poeta brasileiro, membro fundador da Academia Brasileira de Letras. Criou a cadeira 15, cujo patrono é Gonçalves Dias.Conhecido por sua atenção a literatura infantil e, principalmente, pela participação cívica, era republicano e nacionalista; também era defensor do serviço militar obrigatório. Bilac escreveu a letra do Hino à Bandeira e fez oposição ao governo de Floriano Peixoto. Foi membro-fundador da Academia Brasileira de Letras, em 1896. Em 1907, foi eleito "príncipe dos poetas brasileiros", pela revista Fon-Fon. Bilac, autor de alguns dos mais populares poemas brasileiros, é considerado o mais importante de nossos poetas parnasianos.

OLAVO BILAC


DIA DO RESERVISTA

OLAVO BILAC


sábado, 15 de dezembro de 2012

DIA DO ESPERANTO

Ludwik Lejzer Zamenhof, por vezes aportuguesado como Lázaro Luiz Zamenhof nasceu em Białystok-Polônia no dia 15 de dezembro de 1859 e  morreu em Varsóvia no dia 14 de abril de 1917. Oftalmologista e filólogo judeu polonês. Criador do esperanto, a língua artificial mais falada e bem sucedida no mundo. Seus idiomas nativos eram o russo, iídiche e polonês, mas ele também era fluente em alemão. Posteriormente aprendeu francês, latim, grego, hebraico e inglês além de se interessar por italiano, espanhol e lituano. Os seus três filhos foram assassinados pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial (os Zamenhof eram uma família judia). Os primeiros anos da história do esperanto são muito ricos de acontecimentos.
Ainda hoje, sobrevive um neto de Zamenhof, Louis-Christophe Zaleski-Zamenhof, filho de Adamo Zamenhof, que salvou-se do genocídio nazista contra os judeus e que viveu sob o nome da família católica polonesa Zaleski.
Homenagem a todos os esperantistas e em esperial ao Grupo de Esperanto de Lorena(SP).



10º CONGRESSO BRASILEIRO DE ESPERANTO


CINQUENTENÁRIO DO ESPERANTO


CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DO DR. LAZARU ZAMENHOF
CRIADOR DA LÍNGUA "ESPERANTO"


DR. LAZARU ZAMENHOF
CRIADOR DA LÍNGUA "ESPERANTO"


DR. LAZARU ZAMENHOF
CRIADOR DA LÍNGUA "ESPERANTO"


DR. LAZARU ZAMENHOF
CRIADOR DA LÍNGUA "ESPERANTO"


DR. LAZARU ZAMENHOF
CRIADOR DA LÍNGUA "ESPERANTO"